[1]
C. Feitosa, “As raízes clássicas da Filosofia Pop: prolegômenos para outras Histórias da Filosofia”, Rev. Helius, vol. 4, nº 1, p. 1-21, out. 2021.