Ensinar é impossível, e aprender, inevitável: comentários sobre a epistemologia de Humberto Maturana

  • Beto Vianna Universidade Federal de Sergipe
  • Luiz Antonio Botelho Andrade Universidade Federal Fluminense
  • Nelson Monteiro Vaz Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Humberto Maturana, Aprendizagem, Imunologia, Domesticação, Educação

Resumo

Neste ensaio, propomos apresentar e discutir a epistemologia do biólogo chileno Humberto Maturana, utilizando os conceitos de percepção, autopoiese e cognição e, a partir da aceitação desse caminho explicativo, comentar suas implicações para o nosso entendimento de três fenômenos relacionais no contexto do viver: o domínio das interações moleculares, no âmbito da imunologia, o domínio das interações interespecíficas, no âmbito da domesticação, e o domínio das relações humanas, no âmbito da educação. Ao visitar esses três domínios relacionais, refletimos sobre como o fenômeno da aprendizagem irá inevitavelmente surgir, gerado na própria dinâmica do viver, sem a necessidade de lançarmos mão da noção de interações instrutivas, que usualmente conotamos, ao menos no contexto das relações humanas, como ensino.

Biografia do Autor

Beto Vianna, Universidade Federal de Sergipe
Sou formado em língua e literatura inglesas (1997), e fiz o mestrado (2000) e o doutorado (2006) em estudos linguísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais. Fui pesquisador no Instituto Max Planck de Antropologia Evolutiva, em Leipzig, Alemanha, e professor no Departamento de Línguas Estrangeiras da Universidade Obafemi Awolowo em Ilê-Ifé, Nigéria. Atualmente, sou professor de linguística no Departamento de Letras de Itabaiana da Universidade Federal de Sergipe, professor permanente do Programa de Pós-graduação em Antropologia da mesma universidade.
Luiz Antonio Botelho Andrade, Universidade Federal Fluminense
Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Minas Gerais (1978), mestrado em Bioquímica e Imunologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1983) e doutorado em Immunobiologie - Universite de Paris VI (Pierre et Marie Curie) (1990). 
Nelson Monteiro Vaz, Universidade Federal de Minas Gerais
Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal Fluminense (1963) e doutorado em Bioquímica e Imunologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1990). Membro titular da Academia Brasileira de Ciências. Sócio fundador da Soc. Bras. Imunologia e membro honorário da Soc. Portuguesa de Imunologia. Tem experiência na área de Imunologia, atuando principalmente nos seguintes temas: sistema imune, tolerancia oral, imunoglobulinas naturais. Trata também de aspectos epistemológicos da Imunologia e da obra de Humberto Maturana.
Publicado
2021-03-23
Como Citar
Vianna, B., Andrade, L. A. B., & Vaz, N. M. (2021). Ensinar é impossível, e aprender, inevitável: comentários sobre a epistemologia de Humberto Maturana. Revista Helius, 3(2, fasc. 2), 1183-1227. Recuperado de //helius.uvanet.br/index.php/helius/article/view/158
Seção
Artigos do Dossiê