Os conceitos de forma gastrular e metazoário na formulação da teoria da gastrea de Ernst Haeckel

  • Guilherme Francisco Santos USP
Palavras-chave: Teoria da Gastrea, Metazoário, Morfologia evolutiva, Evolucionismo, Ernst Haeckel

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar e analisar suscintamente os elementos centrais da teoria da gastrea de Ernst Haeckel. O núcleo de tal teoria se constitui da relação entre duas noções principais, a saber, a noção de forma gastrular e de metazoário. A teoria da gastrea é um conjunto de formulações que visa estabelecer uma definição de metazoário a partir da noção de forma gastrular. O argumento central da teoria da gastrea articula essas duas noções para organizar a partir de estudos de embriologia comparativa uma visão geral da história evolutiva do reino animal. A noção de forma gastrular define o metazoário como o organismo que apresenta na sua ontogênese um estágio embrionário cuja forma possui como uma de suas características fundamentais a posse de duas camadas germinativas. Com a definição de metazoário, Haeckel estabeleceu os critérios para a distinção entre os verdadeiros animais (metazoários) e os protozoários, de modo a precisar os limites entre o reino animal e o reino dos protistas.

Biografia do Autor

Guilherme Francisco Santos, USP
Possui doutorado em filosofia pela FFLCH-USP (2017) e mestrado em filosofia (2011) pela mesma instituição. Foi bolsista CNPQ (2009-2011) e CAPES (2013-2017) para o desenvolvimento das pesquisas no mestrado e doutorado. É bacharel em história pela FFLCH-USP (1991). Possui licenciatura em história (2008) pela Universidade Nove de Julho e licenciatura em filosofia (2008) pela Faculdade de São Paulo Claretiano. Participa desde 2007 do grupo de estudos e pesquisa em epistemologia histórica das ciências do orgânico (GPEHCC-USP, anteriormente Laboratório das Ciências do Orgânico), coordenado pelo professor Maurício de Carvalho Ramos. É membro do grupo de pesquisa de Filosofia, História e Sociologia da Ciência e da Tecnologia (IEA-USP) e do grupo de pesquisa de Epistemologia e História Comparada das Ciências Humanas (Epistasthai-UFF/CNPQ). Desenvolve pesquisas direcionadas às ciências da vida e do orgânico, particularmente, nas culturas científicas alemãs do século XIX, tendo como temas e problemas centrais a morfologia evolutiva, a individualidade animal, a origem da vida, a memória orgânica e o problema da individuação. Desenvolve atualmente projeto de pesquisa sobre o problema da individuação orgânica e psíquica à luz do conceito simondoniano de pré-individualidade, por meio da análise dos conceitos de memória orgânica e de inconsciente na Naturphilosophie, nas ciências românticas e na psicanálise.
Publicado
2021-03-23
Como Citar
Santos, G. F. (2021). Os conceitos de forma gastrular e metazoário na formulação da teoria da gastrea de Ernst Haeckel. Revista Helius, 3(2, fasc. 2), 819-851. Recuperado de //helius.uvanet.br/index.php/helius/article/view/191
Seção
Artigos do Dossiê