As raízes clássicas da Filosofia Pop: prolegômenos para outras Histórias da Filosofia

The classical roots of Pop Philosophy: prolegomena for other Histories of Philosophy

  • Charles Feitosa UNIRIO
Palavras-chave: Estilo, Performance, Cultura brasileira, Cultura Pop, Cânone

Resumo

O objetivo principal deste ensaio é contribuir para a consolidação no Brasil de um movimento não-homogêneo do pensamento, a filosofia pop, a partir de uma investigação crítica dos seus rastros e marcos preparatórios presentes desde sempre na tradição, mas que foram negligenciados no legado oficial da história da filosofia. São diversos os aspectos que parecem diferenciar a filosofia pop em contraste com a filosofia acadêmica. Cada um deles poderia entretanto ser facilmente recuperado a partir da própria tradição, não tendo sido inventados na contemporaneidade, mas apenas rememorados, reapropriados e reinventados. Como preparação para uma futura “história pop da filosofia”, proponho aprofundar apenas algumas dessas características: a questão dos estilos em filosofia; a dimensão performativa do pensamento; a conexão universal-local.

Biografia do Autor

Charles Feitosa, UNIRIO
Charles Feitosa obteve graduação em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1986), mestrado em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1990), doutorado em Filosofia na Albert-Ludwigs Universität Freiburg / Alemanha (1995), pós-doutorado em Filosofia pela Universidade de Potsdam-Alemanha (2007) e pela Universidade de Paris VIII/França (2013). Premio Jabuti 2005 pela autoria do livro "Explicando a Filosofia com Arte". Atualmente é professor titular e pesquisador do DEFIL e do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Colabora no PPGFIL/UFRJ e no Mestrado Profissional em Filosofia na UFABC. É coordenador do POP-LAB (Laboratório de Estudos em Filosofia Pop), vice-coordenador do LABOGAD (Laboratório de Preservação e Gestão de Arquivos Digitais) e do Seminário de Práticas Educativas no Curso de Pedagogia (EAD) da UNIRIO. Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Estética moderna e contemporânea, atuando principalmente nos seguintes temas: corpo, dança, imagem, cinema, performance, cultura brasileira e cultura pop.
Publicado
2021-10-31
Como Citar
Feitosa, C. (2021). As raízes clássicas da Filosofia Pop: prolegômenos para outras Histórias da Filosofia. Revista Helius, 4(1), 258e1-258e21. Recuperado de //helius.uvanet.br/index.php/helius/article/view/258